segunda-feira, 6 de março de 2017

Passatempo Especial Dia da Mulher - As Nove Magníficas de Helena Sacadura Cabral [exemplar autografado]


No Dia Internacional da Mulher, nada melhor do que enaltecer algumas figuras públicas femininas que foram marcantes, como é o caso das nossas rainhas. Sim, estão no blogue certo, na Menina dos Policiais, que de tempos a tempos lê algo sobre História de Portugal se bem que esta não é, de todo, a sua praia. Por isso, fãs desta área, não se acanhem de participar e partilhar este passatempo. Vou oferecer este livro, proveniente da minha estante, autografado pela autora Helena Sacadura Cabral, em jeito de comemoração do dia da Mulher.

Sinopse: Sobre o papel das mulheres na construção do país que somos, reina o silêncio. Se é indiscutível que a História de Portugal foi erigida com uma importante influência feminina, também é verdade que este contributo tem sido lamentavelmente minorado ou mesmo esquecido pela grande maioria dos historiadores. Exaltamos os nossos reis, as suas qualidades, os jogos de poder em que estiveram envolvidos, as vitórias que alcançaram. Mas as suas consortes são quase sempre vistas como meros peões deste jogo. Neste livro, Helena Sacadura Cabral surpreende-nos ao recuperar a história de nove magníficas mulheres que souberam deixar a sua marca e influenciar decisivamente a vida nacional. O que têm em comum D. Teresa, a primeira rainha de Portugal, Santa Isabel, a pacificadora, D. Leonor Teles, a licenciosa, D. Filipa de Lencastre, a mãe da Ínclita Geração, D. Catarina de Áustria, a centralizadora, Luísa de Gusmão, uma regente poderosa, D. Carlota Joaquina, a política irreverente, D. Maria, a única mulher a ocupar, por direito próprio, a chefia do Estado português já num ordenamento constitucional e D. Amélia, que viu morrer nos seus braços o marido e o seu filho, o príncipe herdeiro? Foram rainhas, regentes, mães, esposas dedicadas, diplomatas de calibre, políticas argutas e quase todas elas sentiram esse imenso fascínio que o poder parece desencadear. Através das suas alegrias e tristezas, dos encantos e desencantos, das ambições e dos fracassos, das acções políticas ou mesmo do seu quotidiano, Helena Sacadura Cabral relata nove séculos de História do nosso país através do olhar e do destino que a vida reservou a estas surpreendentes mulheres.

Esta obra parece-me ser adequada para ofertar nesta altura, não vos parece? Podem participar até às 23h59 do dia 12. Então vamos a isso. Creio que conseguem facilmente responder às questões levantadas.

Espero que gostem! Boa sorte :)

2 comentários: