quinta-feira, 5 de abril de 2018

Liv Constantine - A Conspiração da Senhora Parrish [Opinião HarperCollins]


Sinopse: AQUI

Opinião: Estamos perante um magnifico thriller psicológico alicerçado em três pecados mortais. Inveja, Avareza e Luxúria. E estes defeitos revestem uma personagem, que se tornará, para mim, memorável por ser tão detestável. 

A Conspiração da Senhora Parrish é a obra de estreia das irmãs Constantine e a avaliar pelo presente livro, tenciono seguir de perto os seus futuros trabalhos.

Confesso que este meu fascínio pelo livro começou somente na segunda parte da obra, altura em que ocorre um twist inesperado e a história segue um rumo completamente imprevisível. Diria até que a componente de thriller faz-se sentir com maior intensidade a partir desse momento. A par da incrível reviravolta, o elemento mais aliciante, para mim, foi sem dúvida a caracterização da personagem Amber. Uma mulher manipuladora, calculista, e extremamente insensível. Embora abomine pessoas com estas características, foi delicioso ler sobre as maquinações desta personagem.

Não obstante a primeira parte incida sobre Amber, diria que o protagonismo é disputado por esta e por Daphne Parrish, uma filantropa da alta sociedade, que acaba por narrar, na primeira pessoa, a segunda parte da história e, a meu ver, esta acaba por ter um maior impacto na trama pelos motivos já acima mencionados.
Quero que vós, leitores, sejam tão surpreendidos quanto eu por isso não vou falar demasiado sobre a evolução da narrativa. 
Na terceira parte, voltamos à narrativa na terceira pessoa, revisitando a personagem Amber, sendo que, nesta fase, Liv Constantine já me deixara estupefacta com a história. 

Apenas posso afiançar que a história é intrigante. Nos primeiros momentos presumimos que é a história clássica da mulher que ambiciona roubar a vida de outrem, porém, o rumo da trama muda substancialmente. É uma narrativa que choca e perturba e, a partir de um dado momento, é-nos impossível pousar o livro e interromper a leitura. 

Não obstante ter ficado rendida à história, não devo deixar a manifestar o meu desagrado pela tradução do título, A Conspiração da Senhora Parrish. Creio que é demasiado revelador, agora que reflicto sobre a história.

Em suma, sugiro esta thriller psicológico verdadeiramente surpreendente. O rumo da história converge para um tema já explorado na literatura (consigo lembrar-me logo de dois ou três livros com temática similar) mas é-nos impossível, nas páginas iniciais, deduzir que a narrativa se tornará tão intensa. 
Um livro sombrio e inquietante. Sem dúvida, uma grande aposta da HarperCollins!


Sem comentários:

Enviar um comentário